Golpe do cartão clonado

cartão clonado

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

Já ouviu falar do golpe do cartão clonado?

Ter o cartão clonado e usado indevidamente é mais comum do que você pode estar pensando: um em cada seis brasileiros já passou por isso, muitos deles mais de uma vez…

O golpe do cartão clonado acontece quando o criminoso consegue ter acesso às informações do seu cartão, como nome, data de vencimento e o código de segurança. Com esses dados em mãos, o criminoso consegue fazer compras online e dar muito prejuízo para o consumidor!

O que fazer se você for vítima do golpe do cartão clonado?

Bom, antes vale a pena saber quais cuidados você deve ter para evitar que isso aconteça!

  • Uma forma muito comum de um criminoso conseguir os dados do seu cartão é valendo-se dos ataques de Phishing, quando você recebe um e-mail ou um link por SMS, rede social ou app de mensagens que leva a um site falso mas idêntico ao site do seu banco ou de uma loja conhecida e você insere os dados do seu cartão lá. Nunca entre em links sem ter certeza de que são confiáveis. Bancos, por exemplo, não costumam enviar links e não pedem qualquer tipo de envio de dados para “recadastramento”, por exemplo.
  • Nunca compartilhe os dados do seu cartão com ninguém. Nunca tire fotos dele para enviar via WhatsApp, nunca dite os dados do seu cartão para um atendente por telefone e evite ao máximo deixar gravado os dados do cartão no celular ou no computador de mesa.
  • Os cartões mais modernos têm um número específico para compras online, o cartão virtual, e a maior parte das operadoras de cartão oferece em seus apps uma forma de bloquear provisoriamente este cartão. Tenha o costume de desbloquear seu cartão virtual apenas no momento de usá-lo e torne a bloquear logo depois de receber a aprovação do pagamento. Sempre que possível, prefira cartões virtuais que trocam o código de segurança em poucos minutos após a consulta dos dados.

E se acontecer o golpe?

Ao receber uma notificação de uma compra indevida ou encontrar no seu extrato bancário uma movimentação que você não reconhece, o mais importante é manter a calma! Em seguida, bloqueie ou cancele o seu cartão, entre em contato com seu banco para informar a clonagem e sinalize quais compras foram feitas em seu nome.

Na maioria dos casos, a instituição reconhece a fraude, devolve o seu dinheiro e envia um novo cartão para você. Mesmo assim, o processo pode ser demorado e desgastante, então é sempre melhor prevenir!

Outros posts

Dívidas antigas
Negativação Indevida

Dívidas antigas: como renegociar após 5 anos?

Algumas pessoas acreditam que as dívidas antigas são extintas. No entanto, mesmo após algum tempo, elas continuam existindo e podem inclusive gerar limitações futuras. Mas

Controle financeiro
Negativação Indevida

Como recuperar o controle financeiro?

Se chegar no final do mês sempre bate aquela sensação de que não conseguirá chegar ao final do mês sem aquele sofrimento para pagar as