Negativação Indevida: nome sujo por erro de terceiros

negativação indevida

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

Negativação indevida, o que significa? Este termo é usado para definir alguém que teve seu nome sujo sem que estivesse devendo alguma coisa.

Isso pode acontecer por vários motivos e o valor da indenização pode ser bem alto em alguns casos.

Em 2019 o Serasa revelou que 64 milhões de brasileiros estão com seu nome sujo. Boa parcela dessas pessoas foram negativadas de forma indevida. Isso é algo revoltante!

“O montante pode variar entre 1 e 50 salários mínimos, devendo o julgador, com base nas circunstâncias fáticas, fixar o valor mais adequado”.

Mas claro que tudo vai depender de cada situação, ou seja, o motivo pelo qual o consumidor foi negativado, o constrangimento que sofreu, o dano causado.

Sendo assim, existem casos em que a indenização pode chegar em até R$ 20 mil, outros casos em R$ 10 mil e assim por diante. Na maior parte da vezes o valor da indenização costuma girar em torno de R$ 10 mil.

 

[button size=’large’ style=” text=’Quero Indenização!’ icon=” icon_color=” link=’http://materiais.smnegativacao.com.br/seja-indenizado-financeiramente’ target=’_self’ color=’3c54a4′ hover_color=” border_color=” hover_border_color=” background_color=” hover_background_color=” font_style=” font_weight=” text_align=” margin=”]

 

Alguns Casos Reais de Indenizações

Caso 1

R$ 10 mil foi o valor da indenização por danos morais que a Empresa Brasileira de Telecomunicações S.A (Embratel) terá de pagar a Aparecida Luiz Ribeiro. Ela teve seu nome negativado nos cadastros de inadimplentes pelo não pagamento de uma fatura de uma linha telefônica, instalada sem sua autorização.

Fonte: Tribunal de Justiça do Estado de Goiás

Caso 2

Uma assinante de TV a cabo recebeu uma indenização no valor de R$ 8 mil por ter seu nome negativado indevidamente. Ela pagava em torno de R$ 360 reais mensais e decidiu cancelar os serviços, mas foi surpreendida com uma fatura de R$ 800 reais com cobrança de taxa por rescisão de contrato.

Fonte: Gazeta Online

Caso 3

Uma bancária de 33 anos comprou um apartamento de uma construtora em 2010. No contrato firmado ficou acordado que não haveria cobrança de parcelas intermediárias e que o valor delas seria diluído em todo o financiamento. Um ano depois foi cobrada uma parcela intermediária no valor de R$ 4 mil. Dias depois seu nome foi negativado e correu risco de ter seu emprego perdido por isso. decidiu procurar a Justiça e recebeu uma indenização por negativação indevida no valor de R$ 10 mil.

Fonte: Gazeta Online

Caso 4

Professor de 45 anos da Grande Vitória contratou um empréstimo consignado em 2014, pagou todas na data e após a quitação da última parcela seu nome foi negativado. Ele percebeu quando foi realizar uma compra e o crédito foi recusado. Antes de entrar com a ação ele foi ao banco tentar resolver o assunto, mas a instituição se negou a tirar seu nome do cadastro de inadimplentes. O nome só foi retirado após sentença e o valor de sua indenização foi de R$ 10 mil.

Fonte: Gazeta Online

Caso 5

Indenização no valor de R$ 6 mil, por danos morais, a uma cliente. Segundo a vítima, seu nome foi incluído no Sistema de Proteção ao Crédito (SPC) devido a uma suposta dívida, mas ela não sabia da existência dos valores cobrados pelo estabelecimento nem reconheceu ter…Em relação aos danos morais, o magistrado considerou que a inscrição do nome da cliente nos cadastros de restrição de crédito é suficiente para gerar a necessidade de pagar indenização.

Fonte: Jusbrasil

Esses são apenas alguns casos, em que a justiça foi feita e o consumidor recebeu sua indenização por danos morais, por ter seu nome negativado indevidamente. Existem milhares de casos em que a indenização é paga e o consumidor pode “deitar sua cabeça no travesseiro” e dormir em paz!

Se você sofreu uma negativação indevida, não deixe que te façam de bobo! Receba sua indenização agora!

Outros posts

Dívidas antigas
Negativação Indevida

Dívidas antigas: como renegociar após 5 anos?

Algumas pessoas acreditam que as dívidas antigas são extintas. No entanto, mesmo após algum tempo, elas continuam existindo e podem inclusive gerar limitações futuras. Mas

Controle financeiro
Negativação Indevida

Como recuperar o controle financeiro?

Se chegar no final do mês sempre bate aquela sensação de que não conseguirá chegar ao final do mês sem aquele sofrimento para pagar as